<$BlogRSDUrl$>

31/10/2004

Almoço gratuito

Em Londres funciona, faz 17 anos, um restaurante cujo cardápio não tem preços. Você paga quanto acha que a comida vale. O mais estranho é que, segundo o dono, quando o cliente dá menos do que o esperado (20 libras, uns 100 reais) eles devolvem o dinheiro de forma polida. Leia mais aqui e aqui.
A pergunta é: se é um bom negócio, por que não vemos mais restaurantes que funcionam desta maneira?

30/10/2004

Oi, Pessoal!

depois de muito tempo finalmente consegui entrar no Blog do Curso! Então, em breve, vou começar a postar algumas pérolas econômicas que eu encontrar por aí. Valeu, Léo!!!

Benção ou Maldição?

Ter recursos naturais é bom ou ruim? Bem, ao que parece depende de que tipo de recursos naturais o país tem. Se for um que pode ser facilmente apropriado por alguns, o resultado pode ser desastroso. Suas instituições econômicas vão ser moldadas apenas para servir ao grupo que possui acesso ao bem e o restante da sociedade não se desenvolverá. Pense na Nigéria, Venezuela, ou outros países exportadores de petróleo.

Este é o argumento do paper de Isham, Woolcock, Pritchett e Busby, The Varieties of Resource Experience: How Natural Resource Export Structures Affect the Political Economy of Economic Growth. Eu considero excelente o trabalho desse pessoal ligado ao Banco Mundial .

Fico pensando se a mesma maldição dos recursos naturais não está acontecendo dentro do Brasil. Campos- RJ cidade recebe milhões dos royalties do petróleo. Contudo, sua população vive mal, os políticos que surgiram por lá são até piores do que Chavez e a disputa eleitoral (aqui) virou um vale-tudo que envergonha qualquer um. Seria Campos uma mini Arábia Saudita?

Assim caminha a humanidade

Eu sempre achei que o tamanho máximo do mercado de telefones celulares seria igual a População Mundial menos um. Esse "um" seria eu.
Já lançaram o Petscell , um celular para cachorro. Obviamente, o telefone só recebe ligações e fica preso na coleira. Não sei direito qual a utilidade. Talvez sirva para só pregar peças no au-au.
Na verdade, eu li na Economist (que o Otávio me emprestou) que o mercado total estimado de celulares é de 5 vezes o número de pessoas. A idéia é que eletrodomésticos ou outras máquinas terão celulares embutidos. Assim, elas poderão se comunicar com a central para avisar sobre um problema (ou sei lá, só dizer "Oi" para o fabricante.)

29/10/2004

O Blog do Duílio

Aí vai o link para o blog do Prof. Duílio de Ávila Berni (PUC-RS). Aquele que, segundo os antigos relatam, proferiu a aula inaugural do Curso de Economia da UFPel em 2003.

O blog é divertidíssimo, com falácias logico-matemáticas, cachorros voadores e, por vezes, Economia.

28/10/2004

Previsão triste

Milhares de executivos, estressados, morrem de doenças cardíacas todo ano. Ontem um jogador de futebol morreu ao vido e a cores. As razões são as mesmas: ganhos elevados fazem com que executivos e jogadores persistam na atividade profissional, mesmo sabendo dos riscos que correm. Isto é, se o meu médico diagnosticasse um problema cardíaco e recomendasse que eu parasse de jogar, o custo de seguir a recomendação seria muito baixo.

A previsão triste é que, ceteris paribus, jogadores de futebol continuarão a morrer em campo enquanto seus salários forem altos. Estou certo?

27/10/2004

Aula

Conforme combinado, hoje, quarta-feira, eu darei aula de Economia Regional nos horários dos Professores Ubirajara e Eduardo Palmeira.

26/10/2004

Mistério

O Steven Landsburg pergunta: por que a mesma loja que vende sanduíches em um aeroporto pelo dobro do preço de outros lugares, vende jornais pelo mesmo preço?
Eu não sei mesmo a resposta. Alguma sugestão?

Previsões

Você não confia em pesquisas eleitorais ? Então sugiro confiar nas previsões que fazem os jogadores reais, aqueles que apostam dinheiro de verdade. Mas nem estes estão conseguindo prever o resultado da eleição norte-americana. Há uma leve tendência que o Bush ganhe, mas a diferença é pouco importante.

O gráfico IEM 2004 US Presidential Election Winner Takes All Market Price Graph mostra como variaram os preços das apostas em Bush e Kerry nas últimas semanas. Note que os valores não querem dizer o resultado final da eleição (isto é, o percentual de votos de cada um) e sim algo como a probabilidade que um deles vença.
Periódicos

Quando eu fazia mestrado e ia para o RJ ou SP sempre carregava comigo uma lista de pedidos de artigos científicos que não eram encontrados no Rio Grande do Sul. Isso acabou. Graças ao site Portal Periódicos (CAPES)milhares de publicações científicas estão disponíveis para todos os micros das redes de computadores das universidades brasileiras. Custa caro para o contribuinte brazuca, mas é muito mais barato do que se cada instituição fizesse uma assinatura. (Existem periódicos que custam US$1000 por ano). Claro que a maior parte dos textos acha-se em Inglês, o que é mais um incentivo para aprender a língua e aproveitar os benefícios das novas tecnologias de comunicação.

A boa notícia é que até o dia 31 de outubro, os periódicos da Sage estão com acesso liberado, mesmo que você acesse a rede a partir da sua casa ou trabalho. (Clique em "Texto Completo" e depois no campo "Pesquisa por editores", escolha "Sage")

24/10/2004

Small is beautiful?

A Zero Hora informa (registro gratuito) que predominam pequenos municípios dentre aqueles que mais criaram, em termos percentuais, vagas de trabalho no período 1997-2001 no RS. Ok, mas não será que predominam também municípios pequenos entre os que menos criaram vagas? Não será que o tamanho do município não tem nenhuma relação com o seu desempenho e que foi só uma ilusão estatística?

Isto é análogo a afirmar que ser gremista ou colorado causa câncer. Afinal, a maior parte dos mortos gaúchos de câncer são torcedores de um destes times. O que é preciso ver é se entre os mortos por outras doenças, a participação de gremistas e colorados é diferentes. No caso da reportagem da Zero Hora, o caso é ainda mais grave porque, como os municípios são pequenos, os choques positivos e negativos têm forte impacto percentual. (Já mandei um e-mail pedindo os dados para tirar isto à limpo, se obtiver resposta eu informo aqui).

O resto da reportagem está legal e mostra como as deseconomias de aglomeração fazem com que as empresas busquem outros municípios.



Indústria X Serviços

No editorial de hoje do Diário Popular há um discussão sobre os caminhos do desenvolvimento de Pelotas: indústria ou serviços? Sugestões?

21/10/2004

NOTÍCIA SENSACIONAL !!!!

FIDEL CAIU !!!

http://oglobo.globo.com/online/plantao/146406493.asp
Só para lembrar

Hoje, conforme comunicado, não darei aula de Economia Regional. Estarei na Unisinos apresentando o trabalho "Análise espacial do crescimento econômico do RS" (1939-2001) em coautoria com o (recém-economista) Rodrigo Ávila. Amanhã, sexta-feira, aula normal.
Coréia do Norte

Um dos meus sonhos é conhecer a Coréia do Norte. Mas pretendo ficar pouco tempo, muito pouco tempo mesmo. É o lugar mais insano do mundo. Uma ditadura comunista que faz Cuba parecer um paraíso da liberdadade. Enquanto a população morre de fome o governo executa sensacionais projetos. Vejam só que horrror de hotel que eles construíram na capital. O hotel tem 100 andares e custou 2% do PIB norte-coreano. O problema é que a construção parou em 1992 e ninguém diz o porquê, nem comenta o assunto. Virou um elefante na sala de estar.
E eu que achava que a Transamazônica era o pior lambança que um governo poderia fazer...

Outra mostra das diferenças entre Coréia do Norte e do Sul pode ser vista nesta foto de satélite. (Agradeço ao Marginal Revolution pelas dicas)



20/10/2004

O jogo dos muitos erros

Quem quer jogar? Ganha quem apontar o maior número de erros.
1 - Leia o editorial do Diário Popular de hoje.

2- Verifique a veracidade das informações citadas. Um bom começo é o próprio estudo da FGV (em pdf).

3- Como não encontrei o original do estudo do ITEPA citado no editorial, ele fica fora do jogo, ok?

4- Escreva os erros aqui nos comentários. Quem fizer o maior número de contribuições ganha um brinde deste que cá tecla.

19/10/2004

Dinheiro Público

Olhem as isenções ganham as instituições que entrarem no PROUNI - Programa Universidade para Todos:

Imposto de Renda das Pessoas Jurídicas (IRPJ)
Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL)
Contribuição Social para Financiamento da Seguridade Social (Cofins)
Contribuição para o Programa de Integração Social (PIS)

Isso equivale a empregar dinheiro público nas faculdades privadas. Será que está claro para a sociedade que somos nós, os contribuintes, que pagamos por isso? Acho que não. Também penso que estes recursos seriam melhor empregados no ensino fundamental (aonde os retornos da escolaridade são maiores).
(A proposito, eu não acho que a solução para os problemas das Universidades Federais seja mais dinheiro. O problema delas é ineficiência institucional mesmo. O esquema de incentivos está todo errado e isso é que precisa ser consertado).

Empreendedorismo e obviedades

No Diáio Popular de hoje há uma mat�ria com o humanista Marco Aurélio Vianna (a propósito, o que será um "humanista"?). Leiam isso também , e me digam se não é uma coleção de lugares comuns, frases feitas e trechos ruins do Paulo Coelho.

18/10/2004

Uma reportagem sobre a minha empresa favorita

Qual é o segredo da Google Inc.? Segundo esta reportagem é o capital humano.

17/10/2004

A Polar e a ixperteza

No site da Polar, você pode chutar um surfista de volta para o Rio de Janeiro. Além disso, pode assinar um manifesto contra a "as pessoas que querem tirar a cerveja do sul". Na televisão, vocês já viram o Marcelo Madureira do Casseta e Planeta cair em um alçapão, não viram?

Vejam que beleza é uma economia de mercado. A Ambev, dona da Polar e sediada em São Paulo, contrata uma outra empresa paulista, a AlmapBBDO, que contrata um carioca para fazer uma propaganda regionalista.

Enquanto alguns esperavam que a integração de mercados iria anular as marcas locais, na verdade, o que houve foi uma revalorização. Todos saem ganhando: os regionalistas acham que estão bebendo um produto legitimamente gaúcho, a AlmapBBDO ganha mais algum, e a AMBEV e seus acionistas mais um tanto. Sem contar o Seu Casseta que também levou uns tostões para sua casa no Rio.

Uma boa notíca domingueira

A Gol terá dois voôs diários para Buenos Aires. Leia aqui.
China

Quando eu fiz a graduação em Economia, no remoto século passado, o grande exemplo de sucesso econômico era o Japão. O engraçado é que isso ocorria justamente quanto a economia japonesa perdia fôlego. Agora, o negócio é a China. Sou bastante cético quanto a possibilidade da economia chinesa continuar crescendo no mesmo ritmo recente. A Zero Hora (registro gratuito) está com uma reportagem sobre o país. O jornalista, que viaja a convite do governo chinês, usa os clichês ("um gigante desperta no Oriente") e uma das seções da reportagem afirma que "PIB (da China) pode superar o dos EUA em 2040. Bem, eu aprendi que "pode" não é notícia. Elvis pode estar vivo, eu posso ganhar na Loteria, e a Bolívia pode virar a Suiça da América Latina em 2100. Qualquer coisa pode acontecer. É inocência, ou ignorância, supôr que taxas de crescimento recentes continuarão no longo prazo. Em suma, o jornalista pode estar falando bobagem. :-)

Para um relato mais despretensioso sobre a vida na China, sugiro o blog de Gilberto Scofield.

Gaspari

Novamente, uma ótima coluna (registro gratuito). Ele detona a operação de salvamento da Vasp-Varig e a ANATEL, cujo representante dissse que a tecnologia de telefone via Internet: "... rouba mercado das operadoras e faz parte da missão da Anatel proteger os altos investimentos que elas fizeram no setor”. No que Gaspari responde:
"Aos contribuintes, uma banana. Na hora de cobrar tarifas aéreas caras, trata-se de preservar objetivos estratégicos do desenvolvimento nacional. Na hora da patuléia pagar menos por ligações telefônicas fala-se em “roubar” mercado. A escumalha só pode entrar no filme no papel de roubada.

O encarregado de preservar investimentos de empresários é o Padre Eterno. Suas casas, espalhadas por todas as cidades do país, são de livre acesso, com bancadas para genuflexões e silêncio para preces. A grande exceção fica ao lado do Convento de Santo Antonio, no Rio. Lá funciona a Igreja de Nossa Mãe do BNDES, gerida pela Irmandade do Espírito Santo do Planalto. "

Perfeito.

15/10/2004

Minha empresa favorita

Eu acho a criação do google tão importante para a história da humanidade quanto o arado. Falo sério. Agora eles aprontaram mais uma. Google seu próprio micro. Fundamental para indivíduos, como este que cá tecla, que não tem paciência para controlar zilhões de diretórios .

14/10/2004

Divulgação

"Uma análise sobre o debate político-econômico no Brasil contemporâneo. Esta é proposta do livro Uma nova relação entre Estado, Sociedade e Economia no Brasil, que tem sessão de autógrafos no dia 19 de outubro (próxima terça-feira), a partir das 19h, na Livraria Porto (2º andar do Shopping Iguatemi). A obra, organizada pelos economistas Mauro Salvo e Sabino da Silva Porto Junior, reúne artigos de intelectuais e pesquisadores que vêm se dedicando a compreender algumas questões fundamentais da vida pública brasileira na atualidade. A relação de autores é composta por cientistas políticos e economistas que atuam em universidades e instituições nacionais: Gustavo Franco, Luis Carlos Bresser Pereira, Pedro César Dutra Fonseca, Maria Aparecida Grendene de Souza, Eugenio Lagemann, Liderau da Silva Marques Jr, André Carraro, José Nosvitz, Hermílio Santos, Leonardo Xavier da Silva, Stefano Florissi, Maria Teresa Leopardi Mello e Washington Bonfim, além dos organizadores. O lançamento é da Editora UNISC."

47 milhões

Este é o número de brasileiros miseráveis, ou seja, 27% da população, segundo o Centro de Pesquisas Sociais da FGV-RJ. Por alguns motivos técnicos talvez esteja um pouco superestimado, mas certamente é um estudo sério, baseado na PNAD.
Leia a notícia aqui.
Na verdade, eu recomendo uma visita ao site do CPS- FGV. Têm muitos estudos lá, gratuitos, para download.

13/10/2004

Polêmica

O pessoal do blog Economia Everywhere!! está saindo no tapa com o colunista da Folha de São Paulo Luis Nassif. Leiam o post "Nassif se confunde e vou mostrar em que" e os comentários.
As vinte principais equações

Aqui. Quais seriam as 5 principais equações da Economia?
Gaspari

Ótima a coluna de hoje (registro gratuito).

11/10/2004

Agradecimento

Eu já agradeci pessoalmente, mas vale tornar isto público. Valeu mesmo aos recém-formandos da história e heróica primeira turma do curso de Economia da UFPel pela placa e homenagem na formatura. Vocês sabem que eu tendo a não levar a sério cerimônias e protocolos, mas diante da homenagem sincera, fiquei bastante feliz e emocionado.
Vocês merecem tudo que eu, professores e funcionários fizemos pelo curso.
(O bom é que daqui a duas semanas estaremos juntos no congresso de iniciação científica da UFPel. Todo mundo lá, né?)
Novamente, muito obrigado.



O mercado acertou! (em parte)


Saiu o resultado do Nobel 2004. O prêmio foi dividido entre o Edward Prescott e para o Finn Kydland. Confesso que não conhecia este último.

O site Nobelpreisbörse, citado no post abaixo, acertou (metade) na mosca. Apontaram que ganharia alguém de Real Business Cycles. O mercado não previu que as contribuições do Kydland também seriam consideradas pela Academia Sueca de Ciências.
O mercado vai acertar?

Hoje sai o resultado do Nobel de Economia.O site de simulação de bolsas Nobelpreisbörse indicava, , às 07:30, como mais provável ganhador, em ordem decrescente de chances:
1) Edward Prescott
2) Robert Barro
3) Paul Krugman
4) Oliver Williamson
5) Edmund Phelps
6) Eugene Fama

Vamos aguardar e ver se o escolhido será um destes...

08/10/2004

Professor da UFPel na Carta Capital

Nosso professor Nelson Seixas foi entrevistado pela revista Carta Capital !!! Leia a matéria aqui.

Formatura

É amanha!!! Sábado, 9 de outubro de 2004, é a formatura da primeira turma do curso de Economia da UFPel. O evento será no auditório da Faculdade de Agronomia às 19:00.

07/10/2004

Inovadores são mal remunerados

Os inovadores ficam, em média, com apenas 2% do ganho social que suas tecnologias geram. Quem estimou foi o William Nordhaus em Schumpeterian Profits in the American Economy: Theory and Measurement.
(Alunos de Desenvolvimento Econômico, esta informação será util mais a frente no nosso programa.)

Viva o Café

Sugestão de pesquisa : medir os efeitos agregados do café na produtividade. Ceteris paribus, qual é o ganho de produtividade que os indivíduos e, portanto, as economias têm em decorrências do consumo de café. Talvez eu esteja tentando justificar o meu vício, mas a minha experiência sugere que isso não é nada desprezível. Quando consigo controlar a dose certa, isto é, parar um pouco antes da taquicardia, minha capacidade de trabalho têm notáveis incrementos.

06/10/2004

Olá caros colegas e professores!
Faço hoje meu debut enquanto colaboradora deste distinto blog, agradecendo desde já o convite do professor Leonardo.

Meu primeiro informe é a realização do Ciclo de Palestras da Administração, amanhã 06 de Outubro, no Auditório do ICH.

CRONOGRAMA
18:45h – Credenciamento

19:00h – “Administrar ou Executar? Eis a questão.”
Prof. João Manoel King – Economista – UCPel
Pós-Graduado em Administração de Empresas – FGV-SP
Proprietário da Escola Yázigi

20:30h - Coffee Break20:45h – “Mercado Financeiro”.Carlos Spindler – Superintendente Regional do Banco do Brasil

INSCRIÇÕES: até dia 05 de outubro (tarde e noite)
Faculdade de Ciências DomésticasBarroso, 1734 esq. Lobo da Costa

VALOR: R$ 2,00 estudantes / R$ 4,00 profissionais

Informações:
91084042 / 2225446 (Ana)
99820834 / 2224480 (Letícia)
99820158 / 2279808 (Marcelo)
______________________________________________________
Diretório Acadêmico do Curso de Economia

Quero também informar que o recém constituído grupo de alunos interessados em formar o novo DA de Economia, (desde agosto deste ano), iniciou uma série de reuniões junto ao DA do Curso de Administração Hospitalar e Hoteleira com o intuito de realizar uma Semana Acadêmica Integrada.

Descrevo abaixo a relação das pessoas formadoras do novo DA:
Raquel Dutra (esta que vos posta) 7º semestre
Leonardo Botelho Zilio 7º semestre
Fabio Amaral Ferreira 7º semestre
Antônio 3º semestre

Esclareço que o grupo se formou após minha passagem nas salas de aula, com intuito de responder ao cartaz exposto pelos atuais formandos. Tal cartaz foi exposto em todas as salas requisitando alunos dispostos a inscrever chapa para concorrer ao DA.

O grupo foi formado por todas as pessoas que responderam ao meu apelo, disponibilizando seu tempo para atuar em prol dos alunos do curso. Portanto, todos aqueles que se manifestaram ingressaram no grupo, o qual é aberto à participação de todos.

Nossa intenção é ajudar na criação e implementação de atividades a serem realizadas no âmbito acadêmico, com a ampla colaboração entre alunos, professores e funcionários da atual estrutura do curso de economia.

Para tanto, gostaríamos desde já consultar possíveis SUGESTÕES de temas que vocês gostariam de ver abordados no decorrer do da Semana Acadêmica Integrada, que provavelmente se realizará em dezembro.

Então, por favor, nos deixe a sua sugestão nos comentários.

Um abraço!

Raquel Dutra

05/10/2004

Não tem relação direta com a Economia...

Mas eu não resisto a fazer propaganda do Firefox. Um novo browser gratuito e open source para substituir o Internet Explorer. Estou usando faz uma semana e já aposentei o produto do titio Bill Gates.

Get Firefox!
Terra em tempo real


Eu estava procurando um mapa das mega cidades do mundo para a aula de economia regional, quando encontrei esta imagem. Ela é feita a partir de satélites metereológicos e é atualizada em tempo real. Que beleza.


Quer fazer um mestrado em Economia?

Então, antes, dê uma olhada na nova classificação (arquivo excel) que a CAPES fez. Se não estiver na listagem, cuidado, deve ser picaretagem.

Economia e Política

Previsão para o segundo turno: os candidatos ficarão parecidos entre si. Tudo isso para capturar o eleitor mediano.

Quem me soprou esta previsão foram dois autores clássicos: Harold Hotelling (que teve esta sacada ao discutir as questões de localização industrial) e Anthony Downs (que desenvolveu a idéia para a ciência política ).




04/10/2004

Democracia ou Ditadura

Este estudo (registro grátis no NYT) mostra que ditaduras ou democracias pobres tiveram o mesmo desempenho econômico nos últimos 40 anos. Mas as democracias proporcionaram mais bem-estar para os seus cidadãos.

02/10/2004

Cuidado!

Da coluna do Ricardo Boechat no JB Online (cadastro gratuito):

"Patropi
Auditores da Receita Federal em Goiânia estão recebendo aulas de tiro e defesa pessoal.

A iniciativa foi da própria delegacia regional do órgão.

Num país com os mais altos impostos do mundo, o contribuinte agora também vai levar bala e porrada"




Deus e o Comércio Internacional

Foram divulgados os resultados do (Ig)Nobel, a premiação muitíssimo bem-humorada para conquistas científicas inúteis, insólitas ou bizarras. Na Medicina, ganharam os estudiosos dos efeitos da música country no suicídio; na Física, um estudo sobre o bambolê; na biologia, os que demonstram que as enguias se comunicam flatos, e assim por diante....
E na Economia? Ganhou o deputado brasileiro que queria impor um limite de gastos para todos os cidadãos? Não, não foi dessa vez. Quem ganhou foi a Igreja Católica. Sua conquista foi relacionada com a prática de outsourcing. As "doações" exigidas para preces na India são muito mais baratas no que nos EUA. Portanto, os padres indianos passaram a receber para orarem por norte-americanos. Viram? Até os padres entendem de vantagens comparativas...

Mais informações:
Winners of the Ig-Nobel Prize

01/10/2004

Pergunta em época de eleicao

Taxa de Alfabetizacao dos eleitores está positivamente correlacionado com politicas públicas eficazes ?
O problema de má gestao é de quem? Eleitores ou eleitos
Pois é, se a primeira questao for SIM provavelmente a resposta da segunda seja ELEITORES.
Porém se a resposta da primeira questao for NAO, poderiamos dizer que a democracia atrapalha o desenvolvimento ou quem atrapalha a democracia sao os políticos de pofissao?

Relatório do Banco Mundial

Quanto uma firma quebra no Japão, seus credores recebem, em média, US$92,40 por cada US$100,00 emprestados. No Brasil, esse valor é de US$0,20.

Essa informação está aqui. O Brasil, como era de se esperar, vai muito mal nos indicadores de instituições favoráveis aos negócios. A nossa única sorte é que o Banco Mundial liberou o relatório específico do Brasil para download gratuito (relatórios dos países custam normalmente US$1200,00).

Um elogio

O IBGE divulgou ontem os resultados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios 2003, uma das melhores fontes de dados que temos disponíveis. Muitas notícias ruins conjunturais: queda do rendimentos dos assaliarados e aumento no desemprego. (Houve notícias boas, mas todas relacionada com mudanças de longo prazo).

O que eu achei admirável foi o respeito do IBGE ao seu calendário de divulgação. Mesmo às vésperas da eleição eles soltaram os resultados.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?